Enquete 13: Ratos brancos são pets fofos ou nojentos e perigosos para saúde?

Você acha que ratos brancos são tão perigosos para saúde humana quanto o rato de esgoto? E o que acharia se ao passear num parque encontrasse dezenas de ratos brancos vivendo lá? Foi o que aconteceu num parque em Porto Alegre, RS, agora em novembro.

Dezenas de ratos brancos tem sido vistos morando embaixo da calçada elevada e quebrada por raízes de árvores. As opiniões se dividem. Há os que querem dar água e alimentos e há os que morrem de medo.

Técnicos da Secretaria de Meio Ambiente e uma Médica Veterinária da Comissão de Saúde Pública do CRMV-RS, estiveram lá e aconselharam que a população não mexa com eles diretamente, haja vista que podem ser oriundos de laboratório de pesquisa e consequentemente estarem veiculando patógenos. Ainda não se sabe de onde vieram.

A coluna FÓRUM aproveita o momento para esclarecer que mesmo sendo você daqueles que se apavoram quando vêem um ratinho, nem todos transmitem doenças. Ratos de esgoto veiculam vírus, bactérias e são pragas, porque vivem no lixo e se contaminam com microorganismos que podem ser patogênicos. O rato de esgoto é da mesma espécie que o rato branco, que nada mais é do que uma linhagem albina criada para pesquisa. Se o rato (branco ou marrom) viver num laboratório ou na casa de alguém como pet, ele não será contaminado por agentes patogênicos e parasitários e portanto não transmitirá doenças (salvo no caso de laboratórios que pesquisam certas doenças contagiosas, mas aí eles não saem de lá). É como um cão de rua e um de casa.

Ratos de esgoto vistos durante o dia é sinal de colônia muito grande ou algum desajuste ambiental. Eles são mais noturnos e se escondem durante o dia. Já os que são pets, ou os de laboratório, se acostumam com pessoas, não são ariscos e não se incomodam de serem vistos de dia. Em minha opinião, os do parque de Porto Alegre são mansos demais para serem de rua. Provavelmente de laboratório mesmo, o que lamentavelmente, os deixa numa posição de possível vetor de doenças, até que se descubra de onde vieram ou quem foi o irresponsável que os deixou escapar, apesar de bonitinhos e mansos não devem ser tocados, o que não quer dizer que não possam se alimentados e tratados com respeito!

comentários


Regras do Fórum:

Uma das intenções do blog Pet que pariu! é a moderação do debate saudável entre os usuários, mas aqui não é lugar de agressões ou intransigências. Temos por princípio publicar todas as perguntas e comentários, exceto:

  1. Os que possam ser considerados ilegais ou que violem as leis vigentes sobre direito autoral e internet no Brasil;
  2. Os que sejam inteiramente irrelevantes ao contexto em questão;
  3. Os que, não passando de insultos ou deboche, sejam inteiramente destituídos de argumentos;
  4. Os que possam ser considerados ofensivos a outras pessoas.