TRATAMENTO PARA LEISHMANIOSE VISCERAL EM CÃES NO BRASIL?

Dra. Claudinha

TRATAMENTO PARA LEISHMANIOSE VISCERAL EM CÃES NO BRASIL?

Drª Claudinha, sempre me preocupei muito com leishmaniose visceral. Sou médico, mas amo meus cães e sei que quando diagnosticado o cão precisa ser sacrificado. Aconteceu isso há anos trás com o cão de um vizinho de minha mãe. Eu era jovem e me impressionei demais. Hoje moro em São Paulo com meus cães. Eles usam coleira que repele o flebotomíneo. Me informaram que no centro urbano de SP não há perigo, mas sempre viajo com eles. Como médico e doglover, me interesso. Soube, recentemente, que está sendo lançado um tratamento específico, ou seja, agora podemos tratar legalmente?

Ricardo Abreu, São Paulo

RESPOSTA: Isto mesmo. Finalmente os tutores brasileiros já podem tratar seus cães com leishmaniose visceral sem precisar de atos clandestinos. Sabemos que não há base científica que justifique o extermínio de cães. Estados brasileiros em que a política de saúde pública é de extermínio, não diminuíram os números de casos humanos. O vilão é o mosquito e não o cão, que também é vítima, e seus tutores, que sofreram por décadas sacrificando seus cães. brigando na justiça pela autorização do tratamento ou agindo clandestinamente. O medicamento já é utilizado de forma segura e eficaz na Europa e agora foi lançado no Brasil. Uma ótima notícia, embora o custo seja relativamente alto, assim como o da coleira repelente e o da vacina.

De qualquer forma, com este medicamento disponível no Brasil, inicia-se uma nova era na visão e no encaminhamento do controle desta zoonose.

Agora sim! o país está no século XXI, em igualdade com países europeus, no que tange à leishmaniose visceral canina.

comentários